Quem nos visita
1 user(s) are online (1 user(s) are browsing Meio Filosófico)

Members: 0
Guests: 1

more...
Pesquisa
Observação
Além de material próprio este site reúne inúmeras referências a páginas e documentos encontrados na Internet, sobre os quais não temos o menor controle sobre sua disponibilidade. Assim como surgiram na Internet e tivemos a sorte de encontrá-los, podem desaparecer a qualquer momento, sem que em muitas das vezes possamos recuperá-los.

Recomendo meu livro aos interessados em uma reflexão filosófica sobre a técnica, e em particular a informática. Para ler o livro é necessário o leitor Kindle, seja individual ou seja para PC, Mac ou IPAD: AMAZON e AMAZON BRASIL
Responsáveis
João Cardoso de Castro
Filósofo e Mestre em Educação, UFRJ
Murilo Cardoso de Castro
Doutor em Filosofia, UFRJ
Meio Filosófico > Contemporâneos > Medard Boss (1903-1990) > A Daseinsanalyse é ôntica, a Analítica do Dasein é ontológica.

A Daseinsanalyse é ôntica, a Analítica do Dasein é ontológica.

Seminários de Zollikon

P: O problema para nós é que o Prof. Boss quer banir o pensamento científico-natural da Psicologia, embora queiramos continuar profissionais da ciência natural.

H: O senhor deveria dizer-me primeiro o que é Psicologia. Quando conversarmos agora, duas pessoas estão conversando, estão se entendendo. Quando determinamos o ser-homem como Da-sein, devemos dizer: o senhor existe e eu existo, estamos juntos aí no mundo. Então, se conversamos sobre o que é questionável ou necessário na Psicologia, ou sobre se já é tempo de esquiar nas montanhas, então eu o interpelo como um Da-sein existente. Mas como? Isto é Analítica do Dasein? Aqui chegamos ao ponto decisivo. Como o senhor me vê e como o vejo, de que maneira? Estas são perguntas bem fáceis. Quando nós dois conversamos estamos relacionados mutuamente de forma existente. Como então o senhor está presente para mim como homem do ponto de vista daseinsanalítico? Em Ser e tempo diz-se: o Dasein é aquele ente a quem interessa o próprio Da-sein. A mim interessa o senhor e o senhor se interessa por mim. Com isto o senhor exerce Analítica do Dasein? Não. Mas o senhor me vê e me tem presente no horizonte da determinação daseinsanalítica do Da-sein. Verificamos que a analítica do Dasein interpreta o ser deste ente. E quando então o senhor conversa comigo e não exerce a Analítica do Dasein, então isto não é ontológico, mas o senhor está sintonizado em mim onticamente como neste elemento existente. A Daseinsanalyse é ôntica, a Analítica do Dasein é ontológica.

Da mesma maneira como é possível que, por exemplo, o físico Heisenberg não pergunte pelas estruturas fundamentais da objetidade da natureza física como físico, mas, de certa forma, filosofando, assim a relação de daseinsanalistas e analisando pode ser vivida como uma relação de Dasein para Dasein. Ele pode perguntar, por exemplo, o que caracteriza este ser-uns-com-os-outros determinado; pode não somente interpretar os sonhos do analisando em relação a esta determinada pessoa existente, mas refletir sobre o que sejam os sonhos em geral. Com esta pergunta, a reflexão alcança o âmbito de uma ontologia do Dasein. Desenvolver isto tematicamente não é assunto do daseinsanalista assim como não é assunto de Heisenberg debater sobre a essência da causalidade ou sobre a relação sujeito-objeto.

É decisivo que cada fenômeno que surge na relação de analisando e analista seja discutido em sua pertinência ao paciente concreto em questão a partir de si em seu conteúdo fenomenal e não seja simples e genericamente subordinado a um existencial.

  View this article in PDF format Print article

Navigate through the articles
A Daseinsanalyse é ôntica, a Analítica do Dasein é ontológica. Next article